25/04/2018

Você conhece seu histórico familiar?

Conhecer o histórico médico da família é essencial para cuidar bem da saúde em geral. E isso vale também para o cuidado com os olhos. Afinal, algumas doenças oculares se desenvolvem com mais facilidade se existem casos anteriores dela na família. Só que mesmo que você tenha herdado uma pré-disposição a alguma doença ocular, não significa que as chances de cura são difíceis: os efeitos podem ser revertidos se a doença for tratada cedo. Um exemplo de doença que ganha mais chances de ser desenvolvida pela hereditariedade é o glaucoma. De acordo com a Glaucoma Research Foundation, se alguém da sua família teve a doença, você se torna até nove vezes mais propenso a desenvolvê-la também. Outra doença facilitada pela hereditariedade é a degeneração macular.

O que fazer?

O seu oftalmologista deve sempre levar o seu histórico familiar em consideração durante as suas consultas regulares. Se existe algum caso de glaucoma na sua família, por exemplo, o profissional médico deverá ter atenção especial a exames de pressão ocular com o objetivo de monitorar qualquer indício de surgimento da doença. O histórico familiar é mais uma informação que o oftalmologista utiliza para cuidar melhor da sua saúde ocular. Para isso, você precisa ter um bom diálogo com a sua família e descobrir estes problemas o quanto antes. Em muitos casos, parentes podem não ser tão abertos em relação a discutir doenças com a família, então é preciso assertividade e uma boa postura de diálogo. Assim que obtiver esta informação, você deve avisar imediatamente o seu oftalmologista. Este é mais um caso em que fica nítida a importância de realizar consultas regulares ao oftalmologista. É somente através de um monitoramento constante que doenças oculares graves como o glaucoma podem ser detectadas cedo e ter seus efeitos completamente revertidos.

 Por: José Mulser

Recomendado para você

Se você tiver alguma dúvida, ligue para nós (13) 3477-9000 ou agende agora sua consulta