fbpx

05/02/2020

Nadar com lentes de contato

Posso nadar com lentes de contato?

Recebemos inúmeras dúvidas diariamente e esta nos chamou atenção.

Seres microscópicos vivem tanto na superfície das águas como nas profundezas. Seja em mares, lagos, rios ou piscinas, eles estão lá. Muitos, por serem minúsculos, não são visíveis aos nossos olhos. E é aí que mora a verdadeira ameaça. O contato com um determinado tipo de bactéria ou fungo poderá causar danos irreversíveis à sua visão.

Então, posso nadar com lentes de contato? 

A resposta é NÃO!

A lente de contato é um objeto que ajuda o usuário a viver melhor. Seja por não querer usar óculos de grau, por estética ou por algum tipo de situação ocular que exija à utilização, elas entram em contato com uma parte sensível do corpo humano.

Aliás, lentes de contato são comuns para algumas pessoas. O processo para colocá-las diariamente se torna algo mecânico e muitas pessoas criaram pequenos rituais para este momento. Em função de atos quase inconscientes, pequenos deslizes podem ocorrer, como por exemplo, não lavar a mão adequadamente, molhar o rosto e os olhos com água da torneira, da piscina ou do mar, um mergulho rápido para aliviar o calor, coçar os olhos com mais força que o habitual dentre outras. E aí, em um descuido bobo, a Acanthamoeba pode aparecer.

O aparecimento da Acanthamoeba 

Acanthamoeba é um gênero de ameboides, semelhante a ameba, e um dos mais comuns protozoários encontrados em todos ambientes, principalmente em água doce e na terra úmida. Raramente causa infecções, contudo, quando a infecção ocorre, pode ser extremamente grave podendo inclusive ameaçar sua visão.

A contaminação por Acanthamoeba acarreta em uma inflamação na córnea chamada Ceratite ou Queratite. Por ser uma estrutura do olho muito importante, um problema na córnea gera grandes transtornos ao indivíduo, podendo, inclusive, ocasionar a perda da visão parcial ou total.

Os sintomas mais comuns da Ceratite são:

  • Irritação e dor nos olhos;
  • Dificuldade em manter os olhos abertos;
  • Olhos vermelhos;
  • Visão desfocada;
  • Sensação de corpo estranho;
  • Secreção lacrimal;
  • Sensibilidade à luz;
  • Um período longo de olhos vermelhos e irritados — mesmo depois de retirar as lentes de contato.

Prevenção 

Conforme colocado acima, a infecção pela Acanthamoeba é algo raro. Portanto, pequenos lembretes são formas que encontramos para dialogar com as pessoas sobre os cuidados mínimos que devemos ter com os olhos.

A prevenção sempre será o melhor caminho para viver de forma saudável.

Em caso de dúvidas, agende agora uma consulta com seu oftalmologista.

Recomendado para você

Se você tiver alguma dúvida, ligue para nós (13) 3477-9000 ou agende agora sua consulta