fbpx

07/02/2017

Saiba mais sobre a fotofobia

A fotofobia se manifesta quando a pessoa sente que a claridade da luz é muito forte e se sente incomodada.

 
Você já ouvir falar em fotofobia? Apesar do nome “fobia”, não é necessariamente um medo de luz, mas sim um grande incômodo que afeta principalmente pessoas com enxaqueca.
A fotofobia se manifesta quando a pessoa sente que a claridade da luz é muito forte e se sente incomodada. Enquanto um pequeno incômodo com a luz é normal em qualquer pessoa, as pessoas com fotofobia sentem esse incômodo constante e de forma crônica.
Causas
A causa mais comumente associada à fotofobia é a enxaqueca. No entanto, miopia, astigmatismo, hipermetropia e olho seco, quando não tratados, também podem causá-la. Além disso, tumores cerebrais, meningites e AVC’s também podem causar a fotofobia, além de doenças como ansiedade e depressão.
Tratamento
A partir do diagnóstico com um profissional, é possível reduzir os sintomas de fotofobia. Se você tem olho seco, por exemplo, pode usar colírios e pomadas. Quando a causa é a enxaqueca, o tratamento é com medicamentos específicos para a enxaqueca, e assim sucessivamente.
Existe também a possibilidade de tratar a fotofobia de maneira natural, que é com o uso de óculos escuros com lentes FL-41. Esse tipo de lente bloqueia o azul e o vermelho, diminuindo a sensibilidade à luz. Para estes casos, o uso de óculos escuros vale mesmo quando o tempo estiver nublado.
A alimentação adequada também pode contribuir para a diminuição da fotofobia também. Alimentos que contenham betacaroteno, vitaminas B6, C, E e licopeno também são ótimos para esse tratamento.
Diagnóstico
Se você sente fortes dores de cabeça ou fortes incômodos quando está perto de fontes intensas de luz, consulte um oftalmologista para ver se você tem fotofobia.
Escrito por José Mulser

Recomendado para você

Se você tiver alguma dúvida, ligue para nós (13) 3477-9000 ou agende agora sua consulta