whatsapp - Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Nova tecnologia melhora qualidade de vida de deficientes visuais - Eduardo Paulino

Nova tecnologia melhora qualidade de vida de deficientes visuais

23 de janeiro, 2019

Câmera inteligente desenvolvida em Israel reconhece textos, produtos e pessoas. Preço de R$ 14.900 no Brasil ainda é empecilho à popularização.

Imaginar uma tecnologia capaz de “ler” placas de rua, livros, revistas, telas de smartphones, itens de um cardápio e, assim, oferecer independência aos quase 7 milhões de brasileiros com deficiência visual já é possível. Trata-se do OrCam MyEye, um dispositivo de visão artificial já disponível há quase um ano no país. Desenvolvido pelos israelenses Amnon Shashua, professor da Universidade de Jerusalém e por Ziv Aviram, empreendedor, a tecnologia é capaz de detectar todo e qualquer tipo de objeto no campo de visão de uma micro câmera.

Acoplada às hastes de óculos e conectada a um aparelho que cabe no bolso, a câmera fotografa e escanei-a tudo o que “vê”, transformando as informações em arquivos de áudio instantaneamente de forma que possa ser “lido”, o dispositivo retransmite a informação discretamente no ouvido do usuário por meio de um fone conectado. Todo o reconhecimento e comunicação acontece por meio de algoritmos de inteligência artificial e ocorre completamente off-line, de modo que o usuário não dependa de conexão com a Internet.

A startup israelense responsável pelo desenvolvimento do produto, a OrCam, já possui valor de mercado estimado em 1 bilhão de dólares e se prepara para realizar um IPO (oferta inicial de ações em bolsa) ainda sem data definida. A OrCam MyEye é o carro chefe da empresa, que promete uma nova geração do aparelho, ainda mais potente, para os próximos meses. A versão atual da tecnologia já conta com capacidades bastante inovadoras, como a habilidade de reconhecimento de até 100 rostos e 150 produtos previamente cadastrados pelo usuário.

“Hoje, há cerca de 350 milhões de pessoas cegas ou deficientes visuais ao redor do mudo. É uma tecnologia inovadora que irá permitir que estas pessoas trabalhem e tenham uma vida normal”, explica Ziv Aviram.

Somente na Grande São Paulo, estima-se que haja pelo menos 1 milhão de pessoas com deficiência visual, apenas 4% delas, cerca de 40 mil, atuam no mercado de trabalho. “Já trabalhamos numa versão ainda melhor do dispositivo, com processador ainda mais rápido”, afirma o CEO da OrCam.

Preço

No Brasil, o OrCam MyEye é vendido por R$14.900. Segundo a empresa, o valor pode ser financiado em até 60 vezes por linha de crédito do Governo Federal destinada ao financiamento de tecnologias assistivas. A expectativa da empresa é que o valor caia à medida que a produção ganhe escala. “Como toda nova tecnologia, inicialmente, o custo tende a ser alto, mas esperamos que o preço seja reduzido ao longo do tempo”, afirma Aviram.

Por: José Mulser

POSTS RECOMENDADOS

Samsung prepara lentes de contato com câmera acoplada - Eduardo Paulino

Samsung prepara lentes de contato com câmera acoplada

O futuro da tecnologia pode ser um pouco assustador. A nova ideia da conforme uma patente obtida pela empresa...

Veja o post
Óculos conectados ao cérebro fazem mulher voltar a enxergar após 16 anos - Eduardo Paulino

Óculos conectados ao cérebro fazem mulher voltar a enxergar após 16 anos

Mirthyani Bezerra Colaboração para Tilt Uma espanhola com deficiência visual conseguiu enxergar pela primeira vez após mais de uma...

Veja o post
O inverno está chegando: proteja a sua visão - Eduardo Paulino

O inverno está chegando: proteja a sua visão

Com a estação mais fria do ano se aproximando, é importante se lembrar de como essa época costuma ser...

Veja o post

Se você tiver alguma dúvida, ligue para nós (13) 3477-9000 ou agende uma consulta

CONVÊNIOS

Convênio MED ABMD – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio AMAFRESP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio AMBEP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio  BRADESCO SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CAASP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CABESP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CASSI – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CRECISP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio Caixa de previdência de Cubatão – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio GAMA SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio ITAU SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Mediservice – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio NIPOMED – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Saúde Petrobras – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Porto Seguro – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Postal Saúde  – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio SINPRAFARMA – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Sul América – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Unimed – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Unisaúde  – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio VIVEST – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio bem.care – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio FSFX – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio SINCOMERCIARIOS – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio Dr Benefício – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CAPEP SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Cartão Fidelidade – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino

CONVÊNIOS