whatsapp - Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Posso nadar com lentes de contato? - Eduardo Paulino

Posso nadar com lentes de contato?

05 de fevereiro, 2020

Recebemos inúmeras dúvidas diariamente e esta nos chamou atenção.

Seres microscópicos vivem tanto na superfície das águas como nas profundezas. Seja em mares, lagos, rios ou piscinas, eles estão lá. Muitos, por serem minúsculos, não são visíveis aos nossos olhos. E é aí que mora a verdadeira ameaça. O contato com um determinado tipo de bactéria ou fungo poderá causar danos irreversíveis à sua visão.

Então, posso nadar com lentes de contato? 

A resposta é NÃO!

A lente de contato é um objeto que ajuda o usuário a viver melhor. Seja por não querer usar óculos de grau, por estética ou por algum tipo de situação ocular que exija à utilização, elas entram em contato com uma parte sensível do corpo humano.

Aliás, lentes de contato são comuns para algumas pessoas. O processo para colocá-las diariamente se torna algo mecânico e muitas pessoas criaram pequenos rituais para este momento. Em função de atos quase inconscientes, pequenos deslizes podem ocorrer, como por exemplo, não lavar a mão adequadamente, molhar o rosto e os olhos com água da torneira, da piscina ou do mar, um mergulho rápido para aliviar o calor, coçar os olhos com mais força que o habitual dentre outras. E aí, em um descuido bobo, a Acanthamoeba pode aparecer.

O aparecimento da Acanthamoeba 

Acanthamoeba é um gênero de ameboides, semelhante a ameba, e um dos mais comuns protozoários encontrados em todos ambientes, principalmente em água doce e na terra úmida. Raramente causa infecções, contudo, quando a infecção ocorre, pode ser extremamente grave podendo inclusive ameaçar sua visão.

A contaminação por Acanthamoeba acarreta em uma inflamação na córnea chamada Ceratite ou Queratite. Por ser uma estrutura do olho muito importante, um problema na córnea gera grandes transtornos ao indivíduo, podendo, inclusive, ocasionar a perda da visão parcial ou total.

Os sintomas mais comuns da Ceratite são:

  • Irritação e dor nos olhos;
  • Dificuldade em manter os olhos abertos;
  • Olhos vermelhos;
  • Visão desfocada;
  • Sensação de corpo estranho;
  • Secreção lacrimal;
  • Sensibilidade à luz;
  • Um período longo de olhos vermelhos e irritados — mesmo depois de retirar as lentes de contato.

Prevenção 

Conforme colocado acima, a infecção pela Acanthamoeba é algo raro. Portanto, pequenos lembretes são formas que encontramos para dialogar com as pessoas sobre os cuidados mínimos que devemos ter com os olhos.

A prevenção sempre será o melhor caminho para viver de forma saudável.

Em caso de dúvidas, agende agora uma consulta com seu oftalmologista.

POSTS RECOMENDADOS

DARPA está financiando interfaces cérebro-computador para cuidar da cegueira e outras deficiências. - Eduardo Paulino

DARPA está financiando interfaces cérebro-computador para cuidar da cegueira e outras deficiências.

Hoje em dia, são muitos os projetos que tentam fundir as máquinas com o cérebro humano. Esse ano, tanto...

Veja o post
Você sabia que os olhos também podem ser porta de entrada para o vírus da gripe? - Eduardo Paulino

Você sabia que os olhos também podem ser porta de entrada para o vírus da gripe?

Quando falamos em gripe, geralmente pensamos na transmissão pelo ar, através das vias respiratórias. No entanto, poucas pessoas sabem...

Veja o post
Saiba mais sobre a fotofobia - Eduardo Paulino

Saiba mais sobre a fotofobia

A fotofobia se manifesta quando a pessoa sente que a claridade da luz é muito forte e se sente...

Veja o post

Se você tiver alguma dúvida, ligue para nós (13) 3477-9000 ou agende uma consulta

CONVÊNIOS

Convênio MED ABMD – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio AMAFRESP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio AMBEP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio  BRADESCO SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CAASP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CABESP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CASSI – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CRECISP – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio Caixa de previdência de Cubatão – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio GAMA SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio ITAU SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Mediservice – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio NIPOMED – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Saúde Petrobras – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Porto Seguro – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Postal Saúde  – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio SINPRAFARMA – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Sul América – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Unimed – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Unisaúde  – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio VIVEST – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio bem.care – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio FSFX – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio SINCOMERCIARIOS – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
 Convênio Dr Benefício – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio CAPEP SAÚDE – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino
Convênio Cartão Fidelidade – Instituto de Olhos do Eduardo Paulino

CONVÊNIOS